quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Sofia em Viagem - Nova Iorque: West Village e o Prédio dos Friends

Não sabíamos se íamos ter tempo de visitar o prédio dos Friends e, bem vistas as coisas, não era uma prioridade mas, a ser bem sincera, ficámos os dois super felizes por termos tido tempo. Porque é uma série tão icónica e que, cá em casa, ambos adoramos e já vimos do início ao fim e foi muito bom podermos ver ao vivo o  prédio onde se passa 90% da série. Fiquem a saber, se são fãs da série, que o Central Perk não existe, mas o prédio lá está. Fica em West Village (para quem quiser a morada, é só procurar no Google), uma zona muito menos turística e mais residencial que eu, pessoalmente, adorei.

Já de regresso a casa, o homem fez questão de ver Friends para confirmar que tínhamos visto o prédio certo - e tínhamos. Óbvio que para quem não é fã da série isto não tem interesse nenhum, mas há tantas séries icónicas que se passam em Nova Iorque que não faltam coisas para ver dentro desse tema. A mim, é esta que me aquece o coração e não há cá Sex and the City que lhe faça concorrência.





Cá está ele: o prédio do apartamento da Monica, do Chandler, do Joey e da Rachel










terça-feira, 6 de novembro de 2018

Pedaços de fim-de-semana #18 | Bristol

Ainda a semana não vai nem a meio e a pessoa já está com saudades do fim-de-semana. Quem mais está comigo?

Este fim-de-semana que passou foi com direito a um pouco de tudo: passeio no sábado e sorna no domingo. Sábado acordei cedo (uma das muitas maravilhas do terceiro trimestre de gravidez é que, além da vossa bexiga ficar do tamanho dum berlinde, não há posição confortável para dormir) e, enquanto o homem ficou na preguiça, fui dar uma voltinha a pé, que a manhã estava bem solarenga, e tomar o pequeno-almoço a um dos meus cafés de eleição. Tínhamos combinado ir visitar uns amigos que moram em Bristol nesse dia. A viagem a partir daqui ainda é de quase 2 horas de carro e, graças ao preguiçoso cá de casa, acabámos por chegar bem mais tarde do que tínhamos previsto inicialmente. Com a mudança da hora, começou a anoitecer às 4 da tarde, o que é um pouco deprimente, e não conseguimos visitar imenso da cidade com luz do dia, o que foi uma pena, porque do pouco que vi, gostei imenso. Mesmo assim, foi um dia bem passado, entre amigos, passeio, comidas e conversas boas. 

Não vou partilhar convosco fotos de domingo porque o homem nesse dia foi de viagem em trabalho e eu só pus o nariz fora da porta para levar o lixo. O meu dia foi passado em arrumações de manhã e filmes do Harry Potter e mantinhas e chá durante a tarde. Toda uma excitação, como podem ver, mas soube-me pela vida. 

Ficam aqui com as fotos de Bristol, tenho pena de não ter explorado mais, mas havemos de lá voltar. 

E vocês? Que andaram a fazer das vossas vidas no fim-de-semana?

Papas de aveia com banana e canela para começar o dia

Já em Bristol, a visitar a Ponte Suspensa








Tão lindinho













Este é o pub (ou um dos pubs) mais antigos da cidade. Bem catita.





Bristol by night




domingo, 4 de novembro de 2018

Sofia em Viagem - Nova Iorque: One World Observatory e 9/11 Memorial

O nosso penúltimo dia em Nova Iorque (que era, também, o dia dos meus anos) era suposto ter sido um dia bem calminho. E foi. Mas, como sempre, os nossos planos saíram-nos trocados, pelo que agradeci a todos os santinhos por ter programado esta viagem com bastante "tempo livre" para lidar com imprevistos.

A manhã começou, mais uma vez, na confeitaria Ferrara, para o meu pequeno-almoço de aniversário. Não chegámos a ir a lado nenhum experimentar as panquecas americanas porque o homem não é lá muito fã de panquecas e, para ser sincera, também não são das minhas coisas preferidas. De seguida, fomos apanhar o metro para ir até ao One World Observatory. Tinha comprado um bilhete combinado, que dava acesso ao Observatório e ao museu do 9/11 e a visita tinha data e hora marcada. Ora, como estava um dia super cinzento, a visibilidade não era a melhor. Felizmente, no One World Observatory trocaram-nos os bilhetes para o dia seguinte, para não termos a visita estragada pela meteorologia. Sendo assim, na sexta-feira andámos a passear pelo centro comercial que tem lá na zona (muito confuso para mim, não gostei), fomos à Century21 fazer umas compras (mais sobre isso mais tarde), fomos ao museu do 9/11 e vimos o memorial às vítimas do atentado, que se encontra onde antes existiam as torres. 

Sobre o memorial e o museu, tenho a dizer que merecem ambos uma visita, mas (e culpo a gravidez por isto) acabei por ficar bastante incomodada e com as emoções à flor da pele, pelo que, quando saímos, fomos dar mais um passeio pelo Central Park, porque eu estava a precisar de espairecer. À noite, voltámos a Times Square e jantámos por lá. Era a nossa última noite em Manhattan e, sem dúvida, aquele era o melhor sítio para nos despedirmos da cidade.

No dia seguinte, sábado, era dia de regressar a casa. O nosso voo para Londres era à noite, pelo que ainda tivemos umas horas para passear durante o dia. A manhã começou logo no One World Observatory, onde era suposto termos ido na véspera. Desta vez, tivemos direito a um dia de sol maravilhoso e a uma vista espectacular sobre a cidade. 



Melhor cappuccino da vida

Pequeno-almoço reforçado

O paraíso dos bolos

One World Observatory coberto por nevoeiro.

O centro comercial mais estranho de sempre. As lojas eram espectaculares, mas não me convenceu.

Memorial a uma das torres que caiu no atentado



Dentro do museu





A bandeira do nosso país

Central Park

Pormenor do hotel

O balão da aniversariante

De volta, no sábado - e com muito mais sol





A Estátua da Liberdade vista do alto