quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

La Vie en France #12

Ah, que saudades que tinha desta rubrica. Verdade seja que, ultimamente, tem andado adormecida porque, para meu espanto, não tem havido nenhum episódio caricato, digno de ser partilhado convosco. 

Até ontem.

Já nem se pode dizer que seja caricato porque, como eu costumo dizer, "em França, tudo o que pode correr mal, corre mal" e, assim sendo, caricato é quando algo nos sai bem à primeira. Uma coisa com a qual ainda não tinha tido problemas aqui são as encomendas online. Regra geral, com quanto menos pessoas tiverem que interagir para conseguirem fazer alguma coisa, melhor ela vai correr. Pois que, no passado fim-de-semana fiz uma encomenda no site da My Protein francês, onde já tinha feito encomendas antes, sem problemas, e paguei a entrega ao domicílio. Na terça-feira, recebi um e-mail da empresa transportadora a dizer "recebemos a sua encomenda, que lhe será entregue quarta-feira, 20/01/2016, entre as 8h e as 18h". Adorei o intervalo de horário que me deram, umas meras 10 horas, mas estava de folga, por isso, podia ficar em casa. Além disso, no próprio dia costumam enviar uma sms de manhã a dar um horário de passagem mais preciso.

Na quarta-feira, ontem, acordei cedo (vai que se lembravam de chegar mesmo às 8h da manhã e eu ia ter que descer as escadas de pijama e com as marcas da almofada na cara?), tomei o pequeno-almoço, pus a dar a série "Call the Midwife" e fiquei à espera... continuei à espera... e ainda esperei mais um bocadinho. 

"Bem, se calhar aproveitava e aspirava a casa". Aspirei. E continuei à espera. 

"Hmm, já estou a ficar com fome, vou fazer qualquer coisa para o almoço". E fiz. E almocei. E continuei à espera.

A tarde passou-se, vagarosamente, entre canecas de chá e episódios de "Call the Midwife", com pausas para xixi, que não há bexiga que aguente tanto chá, e nem sinais da minha encomenda. Às 17h30 pensei "filhos da mãe, vão fazer-me esperar mesmo até à última". Só que a "última" chegou e a minha encomenda não. Tentei manter a calma, tanto quanto possível, depois do dia perdido que tinha sido e liguei para a transportadora. 20 minutos com a chamada em espera, para ser atendida por uma imberbe que, depois de eu explicar o meu problema e após ter ido averiguar o que se tinha passado, me diz, descontraidamente:

"Ah sim, a sua encomenda continua aqui connosco. Não faço ideia do que se terá passado. Mas pode passar aqui para a vir buscar, se quiser."

Hmmm... Não, não quero. Para ir aí buscá-la, não tinha feito o pagamento da entrega ao domicílio. 

"Ah, bem, então vamos ter que reprogramar a entrega. Era só para evitar fazê-la perder mais um dia em casa."

Ao que eu respondi que se me faziam "perder mais um dia em casa" se iam arrepender amargamente e ela sugeriu, então, deixarem-me a encomenda no posto de correios mais próximo de minha casa, só "por via das dúvidas" e eu ia levantá-la quando quisesse. Por esta altura, já eu estava a deitar fumo pelas orelhas. Não é o facto de a entrega não ter sido feita, toda a gente erra e podia ter acontecido em qualquer lado. Mas só aqui é que se encontram estas personagens, perfeitamente à vontade com a sua própria incompetência, como se serem maus no seu trabalho fosse um direito que lhes assistisse e gozar com a cara das pessoas uma das suas funções.

Já dizia a minha avó: Deus me dê paciência e um paninho para a embrulhar. 




27 comentários:

  1. Ora seja muito bem-vinda a França onde o sistema não funciona, não existe livro de reclamações e o Alentejo ao lado desta gente funciona a 1000km/h. Acho um piadão quando algumas pessoas chegam a Portugal e dizem... lá na França, isto ou aquilo funciona que é uma maravilha. Pois bem, Sofia eu tenho a dizer-te que tiveste muita sorte, a tua encomenda não foi parar a casa de ninguém e isso, porque mesmo que tivesse sido o caso, como a pessoa teria que pagar não iria querer. Já a cama de uns e outros paga no BUT foi entregue, a pessoa em questão continua sem cama. Um destes dias uma doente minha também chegou muito irritada, isto porque já me tinha pago duas coroas ha uns meses e o cheque ainda não tinha sido levantado e ela coitada andava sempre a ver a conta não fosse fazer gastos indevidos e ficar com a conta a descoberto, pois que a Emilie verificou e foi levantado, mas pelos vistos não foi da conta da sra. Pronto deixa lá, mais uma historia mais uma voltinha... Como sempre excelente post. Beijinho enorme SM

    ResponderEliminar
  2. Conheço a sensação, mete-me uns nervos! :)

    ResponderEliminar
  3. Que frustração que deve ser!!!

    ResponderEliminar
  4. Eu estou ali com o "anónimo". Dos anos que vivi em paris, os seriços no geral sao muito muito maus. entao os correios, va lá vai. Mesmo que estivesse em casa nao iam la entregar a encomenda, nao tocavam a campainha, deixavam sempre o papel amarelo para ir levantar à la poste. Uma vez até me enviaram a encomenda de volta para portugal porque eu nao tinha ido buscar. era uma surpresa dos meus pais e nao entregaram encomenda nem deixaram papel amaarelo. So soube porque os meus pais perguntaram porque eu ainda nao tinha ligado a agradecer. E nem vamos falar do CAF, bancos ou outros serviços publicos :/ falamos mal de portugal, mas as coisas aqui funcionam bem melhor. beijinho
    the-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as pessoas que estão em Portugal continuam a queixar-se e a dizer que lá é igual, mas esquecem-se que nós também conhecemos Portugal e que sabemos que por muito mau que possa ser, aqui é pior =P

      Eliminar
  5. Que serviço! Fizeste-me rir naquela do "pode vir cá buscar, se quiser" lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora também me consigo rir, mas na altura que ela me disse isso, não achei piada nenhuma =P

      Eliminar
  6. Respostas
    1. E eu não sou santa nenhuma, por isso imagina =P

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Melhor não, que estas coisas aqui acontecem todos os dias =P

      Eliminar
  8. Deixa lá, acabei de ter uma experiência parecidíssima aqui mesmo em Portugal. Inúteis. Até cansa!

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente também já me aconteceu aqui, mas o que mais me enerva é a normalidade de incompetência e o desrespeito pelo tempo dos outros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim há tanta coisa que me enerva, que nem sei por onde começar =P

      Eliminar
  10. Não é só em França que isso acontece, já vi cenários idênticos cá na terrinha lol

    Bjxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é só em França, mas aqui é com bastante mais frequência =P

      Eliminar
  11. É de facto frustrante. Já perdi a conta da má prestação de serviços que sofri aqui em Angola. A sério, aqui não há sítio que te tratem e atendam em condições. Respeito pelos clientes é zero! E então aos brancos/portugueses... Fazem-nos ainda pior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, não tenho dúvidas de que Angola seja bastante pior que França!

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Não te esqueças que vivi em Portugal 25 anos =P sei muito bem que aqui é muito pior... só quem passa pela experiência é que pode compreender o quão maus são os serviços aqui... e o atendimento? pffff... os piores funcionários que alguma vez apanhei em Portugal, aqui seriam os empregados do mês

      Eliminar
  13. Pois, nada agradável essa experiência. Eu deixava de ser cliente, na hora! Por cá, o intervalo dado costuma ser menor, de 2 ou 3 horas, embora haja por vezes alguns atrasos. Mas em comparação com há alguns anos atrás, acho que tem havido uma melhoria nas transportadoras. Pelo menos noto isso comigo.
    Beijinhos e bom fim de semana :) E boa sorte para a próxima experiência ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, para a próxima há-de correr melhor... já pensei passar a fazer as encomendas pelo site português, o problema é que depois tenho que voltar super carregada

      Eliminar