sexta-feira, 10 de março de 2017

5 dicas para fazer mais exercício

Eu não sou pessoa que goste de fazer exercício físico. Gosto do convívio (quando há), gosto da sensação a seguir ao exercício, mas não morro de amores por correr, nem por ir ao ginásio. Fico deprimida de pensar que é dia de fazer burpees (tenho alguns exercícios pelos quais nutro um ódio especial) e tenho pena que não se possa treinar por telepatia. No entanto, faço desporto regularmente, porque sei que é importante e que a alimentação, por si só, não é suficiente para nos manter saudáveis. É preciso mexer o rabo.

Ora, sendo assim, deixo aqui algumas dicas que me ajudam a manter-me mais activa e que espero que possam ser úteis a mais algum preguiçoso que ande por aí!

Cá vão elas:


  1. Esta já toda a gente deve ter ouvido, mas faz mesmo toda a diferença: preferir as escadas ao elevador. Desde que vim para Troyes, que nem tenho outra hipótese. O meu prédio não tem elevador e eu moro no terceiro andar e é caso para dizer: pernas (e pulmões), para que vos quero! No início custou-me, mas agora admito que só me fez bem. Subo e desço 3 andares todos os dias, várias vezes ao dia (porque tenho que ir ao supermercado, porque tenho que ir levar o lixo, porque tenho que ir trabalhar, etc) e já é um exercício que, além de não me custar fazer, ajuda-me a manter-me em forma!
  2. Andar a pé! Adoro pessoas que me dizem que andam muito a pé e, vai-se a ver, caminham uns míseros minutos por dia, à velocidade dum caracol sob efeito de calmantes. Pessoas, isso não vai ajudar. Para fazer diferença, convém andar uns 30 minutos e num passo relativamente acelerado. Vão dizer-me que é melhor que nada? Sim, é melhor que nada. Mas temos que tentar sempre puxar por nós próprios.
  3. Ter companhia. Em Portugal, uma das coisas que mais me puxava para o ginásio, era saber que ia ver a pessoa X na aula Y e, além do exercício, ia ter ali um bom momento de convívio. Em França, treinei sempre regularmente, enquanto tive companhia: nós era corridas matinais e ao fim do dia, era treinos de musculação, era aulas de biking... e, depois, a Isabel foi embora. Não tinha com quem ir treinar e desmotivei, porque ir ao ginásio sozinha, para mim, não tem grande piada. 
  4. Treinar em casa: este ponto vem completar o anterior. Continuo a ir ao ginásio, até porque tem equipamento que não tenho em casa. Continuo a fazer um esforço por ir correr de vez em quando, mas quando a motivação falha e não consigo arrastar-me para ir treinar fora, treino em casa. Investi num tapete de ioga, halteres e caneleiras e faço treinos funcionais, de Hiit (adoro esta modalidade! São treinos super intensos e não muito longos, perfeitos para fazer em casa) e de pilates sempre que posso. Acho, sinceramente, que mesmo treinando em casa se podem notar resultados muito positivos, só é preciso vontade!
  5. Registar os bons resultados: conseguiram correr 5km pela primeira vez? Tomem nota. Aguentaram mais meio minuto em posição de prancha do que da última vez? Tomem nota. Os músculos estão mais definidos? Fotografem-nos (ou tomem nota, como preferirem). Conseguiram subir dois lanços de escadas sem ficarem com a impressão de que vão cuspir um pulmão? Tomem nota. Registar todas as mudanças positivas ajuda a manter uma perspectiva de toda a vossa evolução e vai motivar-vos a fazer mais e melhor, porque vão aperceber-se mais facilmente do vosso progresso e da diferença entre o antes e o depois!
Espero que tenham achado isto útil (= Aceito, como sempre, sugestões vossas, que uma pessoa está sempre a aprender e a evoluir! Que truques usam para se convencerem a ir ao ginásio? Para a malta que corre: gostam mais de correr com alguém ou sozinhos? Partilhem tudo!

14 comentários:

  1. Eu aposto muito na companhia, é uma regra de ouro para mim! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, mas como já não tenho, tive que me adaptar =P

      Eliminar
  2. Subir escadas é a dica mais fixe e prática de se fazer... mas, com a gravidez, as escadas dão cabo de mim!!

    ResponderEliminar
  3. Ótimas dicas! Estou a precisar de pôr algumas em prática :)
    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
  4. Eu subo até ao 2º andar, que é onde moro, também não tenho outro remédio. Não há elevador, mas mesmo havendo... sou um bocado claustrofóbica e sempre que os posso evitar, evito :P eu detesto fazer exercício, sempre detestei, é coisa que é mesmo um sacrifício enorme para mim, porque prefiro tanto estar enfiada no sofá! Mas... há 2 anos que frequento uma academia de dança e vou experimentando as modalidades que elas lançam, vou fazendo, vou praticamente todos os dias. É uma luta dária :P mas a companhia faz toda a diferença, vou mais motivada se as pessoas com quem faço as aulas vierem também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, o quanto eu prefiro o sofá ao ginásio... nem se compara. Mas, a sensação de sair do ginásio depois de um treino feito também não se compara à sensação de sair do sofá hehe

      Eliminar
  5. Eu aposto na música.
    Para fazer exercício sem grandes dificuldades coloco phones nos ouvidos e lá vou eu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso é um hábito que não tenho, mas devia!

      Eliminar
  6. Durante muito tempo ia para o ginásio e adorava; chegava a fazer 3 aulas seguidas! Adoro exercício e mais ainda a forma como sinto o meu corpo fortalecido e tonificado. Neste momento, não consigo ir ao ginásio todos os dias! :( Vou só fazer a minha aula de pilates 2 x/semana e complemento com treinos intensivos em casa! Tal como tu adoro HIIT :)
    Já fiz um post sobre treinar em casa ( Emagrecer sem ir ao ginásio e sem dieta é possivel )
    As tuas dicas são excelentes, só não concordo com a 3ª; ainda que compreenda a necessidade de uma "bengala"! :P
    O lema devia ser antes "Faz por ti e aproveita o teu momento" ou " a musica é a tua melhor amiga"... mas entendo que é sempre mais fácil ir com companhia e até mais prazeroso, sim! Mas o problema é quando a "bengala" falha, acabas por não ir; e aí reside o problema!
    beijinho e continuação de bons treinos! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não adoro exercício, mas faço com regularidade porque sei que é importante e que preciso. Maaas é muito mais fácil para mim ir treinar com companhia. Até já ponderei contratar um PT só para ter alguém a puxar por mim =P

      Eliminar
  7. Eu gosto de fazer exercício, faz-me bem ao corpo e à mente! Mas em casa não consigo treinar; parece que nunca encontro o espaço e tempo perfeitos para o fazer.

    Aprecio as duas versões: tanto treinar sozinha como acompanhada. Depende muito dos dias e da minha motivação. Gosto muito de correr sozinha, só eu e a música. Sinto-me leve!

    Beijinho e bons treinos

    ResponderEliminar
  8. Por acaso gosto de fazer exercício (e nunca me fez tanta falta como agora) e gosto da sensação depois de uma boa aula no ginásio, mesmo que esteja de rastos (fiz pump e localizada há uns anos e ainda experimentei o circuito daqueles ginásios femininos que andaram muito na moda).
    Neste momento não tenho tempo nem disponibilidade financeira para frequentar ginásios mas preciso mesmo de fazer exercício já que estou com excesso de peso. Na primeira gravidez foi assim e esta, com o meu metabolismo, não seria de esperar outra coisa.
    Não sou amiga de corrida mas tive uma professora de educação física que me ensinou bastante neste campo e ganhei alguma resistência- o que me ajudou mais tarde no basquetebol, por exemplo.
    Em relação a escadas: tenho a "sorte" de morar num 4° andar sem elevador, senão, em vez de 26 kg, tinha engordado 50 durante os 9 meses de gestação. :D
    Confesso que subir 4 andares todos os dias tem sido uma ajuda enorme. Mas há dias que quase deito um pulmão fora antes de chegar cá a cima!!

    ResponderEliminar