terça-feira, 30 de maio de 2017

A minha mini-sabática

Esta mudança, apesar de ter corrido bastante bem, deu cabo de mim e sem que eu me desse, sequer, conta disso.

Só quando cheguei aqui a Inglaterra e tive tempo de respirar (e, sobretudo, de parar) é que me apercebi do quanto estava cansada. Todas as noites vou para a cama e repito para mim mesma "pronto, já me sinto melhor, já passaram uns dias, por isso amanhã começa tudo a voltar ao normal". Só que não volta. O meu cérebro recusa-se a acordar do estado de hibernação em que entrou desde que deu por si a não ter de pensar em trabalho nem em mudanças. E eu não o tenho contrariado.

Já tinha vontade de não começar a trabalhar logo mal fizesse a mudança, especialmente porque está aí a chegar o verão e ninguém merece começar a trabalhar mesmo em cima do tempo de férias (e, consequentemente, ficar sem elas). Tendo em conta que ainda não consegui, sequer, reunir capacidades cognitivas suficientes para fazer um currículo em condições desde que aqui cheguei, só posso concluir que a decisão de parar uns tempos foi a acertada.

Tenho acordado cedo, tenho treinado, tenho ido passear, tenho feito um pouco de tudo e um pouco de nada e tenho tentado dar tempo ao tempo, que era o que eu mais precisava.

Claro que vou voltar a trabalhar (até porque esta vida caseira não é, de todo, a minha cena), mas não estou com pressa. Não tenho ninguém que dependa de mim e não tenho, basicamente, nada que me impeça de apreciar uns belos meses a fazer nada. Tenho aproveitado para pesquisar algumas formações que gostava de fazer, mas é só isso.

Entretanto, quem quiser ir seguindo o meu dia-a-dia por cá, a melhor maneira de o fazerem é por aqui. Aviso já que isto não tem andado muito emocionante (mas estou quase a ir de fériaaas).




24 comentários:

  1. Aproveita! Também fiz o ano passado uma paragem que todo o meu corpo me pedia. Foi o que precisava para arrebitar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estava mesmo a precisar, tem-me sabido pela vida (=

      Eliminar
  2. Aproveita sim!! Fazes muito bem! Um time out!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era mesmo do que eu estava a precisar (=

      Eliminar
  3. Se podes e tens a oportunidade de estar "parada" por algum tempo, aproveita!
    Eu bem que gostava 😉

    Blogdiariodeumafamilianormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, eu aconselho vivamente =P está a fazer maravilhas por mim

      Eliminar
  4. Ás vezes o melhor é parar para puder depois perceber aquilo que se quer! =)

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei o que quero, só precisava mesmo de descansar um bocadinho (;

      Eliminar
  5. Às vezes vale mais parar um bocadinho. Recuperar energias e repor as ideias em ordem! Beijinho, Ana Rita*

    ResponderEliminar
  6. Fazes bem! Aproveita esse tempinho para por tudo em ordem! Beijinhos!

    http://fragmentslight.blogspot.pt/2017/05/movie-review-pirata-das-caraibas-dead.html#comment-form

    ResponderEliminar
  7. Acho que estes momentos de pausa são muito importantes para o nosso equilíbrio. Desfruta imenso deste período.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Equilíbrio é precisamente o que sentia que me estava a faltar (=

      Eliminar
  8. Aproveita bem esta pausa para retemperar energias! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Sabe bem fazer uma pausa e alinhar a cabeça e o corpo. Vai com calma :)

    ResponderEliminar
  10. Acho que é uma boa decisão!
    Boa sorte, sê feliz!

    ResponderEliminar